4 de out de 2011

Um monstro

Urgente é um monstro enorme. Apesar de seu tamanho descomunal, ele se move com extrema rapidez, o que sempre provoca um vento inesperado e muito forte, capaz de arrastar tudo o que encontra pelo caminho. É da mesma família do Bicho-Papão, só que prefere perseguir os adultos, pois as crianças raramente dão bola pra suas ameaças. E como vive apressado, Urgente não gosta de perder tempo: por isso só inferniza quem o teme e se desespera sempre que ele aparece, mandão, dando ordens que nunca podem esperar. Quando está faminto, o monstro perturba o sono e não dá sossego enquanto a vítima não pula da cama. Mas Urgente não é um monstro noturno: gosta mesmo é de assombrar à luz do dia, devorando as horas do relógio e a energia das pessoas -- é disso que ele se alimenta pra ficar cada vez maior, mais poderoso e assustador.
Quando ele ataca, o primeiro impulso é sair correndo. Só que é justamente assim que a gente cai na sua armadilha. Daí não jeito: o Urgente nos engole, rápido e sem dó.

7 comentários:

may disse...

brrrrr....méda!
beijo

Uma parte de mim disse...

Oii Silvana!!
Vim através do blog da ZI, vi essa postagem gostei e vim te conhecer e vou ficando!! pelo texto!,bjo.

Silvana Tavano disse...

Bem-vinda, e venha sempre!

jeito simples disse...

Olá Silvana!
Estou aqui pra dizer que sua visão é tão perfeita que seu texto deveria estar na primeira página de todos os jornais. Alguém precisa explicar assim bem direitinho pra TODOS nós entendamos que a urgência, além de ser um mostro terrível, com raríssimas exceções, ele só existe dentro da nossa cabeça torta.
Bjos, Norma

Blog da Lili disse...

Vim, li, adorei e to te seguindo. Parabéns pelos textos!
Lidiana Braziolli
BH

Silvana Tavano disse...

Oba! Venha sempre, Lidiana!
beijo

Silvana Tavano disse...

Oba! Venha sempre, Lidiana!
beijo