26 de dez de 2012

Verão

O dia tem preguiça de ir embora
E a noite perde a hora
De escurecer

Quase esquece de ser noite
E arde sob o sol invisível 
Inquieta, impedida
De adormecer


21 de dez de 2012

Esperança

É aquela caixinha de fósforos que a gente guarda sempre na mesma gaveta pra poder acender uma vela quando a luz acaba de repente.
...
A todos os leitores do blog, um 2013 iluminado com gás de inspiração, eletricidade de alegria e muitas caixinhas de fósforo por perto.

18 de dez de 2012

É ele!

Uma noite
Quase vi
Papai Noel
Numa nuvem-trenó
Desmanchando no céu
...

A imagem saiu de um livro antigo que ganhei da querida Claudia Berkhout: "Father Christmas", de Raymond Briggs, conta uma história de Natal que minha amiga lia pra filha há tanto tempo atrás e que combina tão bem como esse textinho, publicado aqui.

14 de dez de 2012

Urgente

Urgente é um monstro enorme. Apesar de seu tamanho descomunal, ele se move com extrema rapidez, o que sempre provoca um vento inesperado e muito forte, capaz de arrastar tudo o que encontra pelo caminho. É da mesma família do Bicho-Papão, só que prefere perseguir os adultos, pois as crianças raramente dão bola pra suas ameaças. Como vive apressado, Urgente não gosta de perder tempo; assim, prefere infernizar quem o teme e sempre se desespera quando ele aparece, mandão, ditando ordens que nunca podem esperar. Quando está faminto, o monstro perturba o sono, não dá sossego enquanto a vítima não pula da cama. Mas Urgente não é um monstro noturno: gosta mesmo é de assombrar à luz do dia, devorando as horas do relógio e a energia das pessoas -- é disso que ele se alimenta pra ficar cada vez maior, mais poderoso e assustador.
Quando ele ataca, o primeiro impulso é sair correndo. Só que é justamente assim que a gente cai na sua armadilha. Daí não jeito: o Urgente nos engole, rápido e sem dó.
...
Lembrei desse texto, publicado aqui, porque hoje é aniversário do Urgente.
Ou alguém tem dúvida de que ele nasceu em dezembro?

9 de dez de 2012

O passado

No porta-retrato, a infância do filho e a presença da mãe: era um domingo e eu não sabia que estava fotografando a saudade.

6 de dez de 2012

Antes de escrever

  
Hoje você já foi no supermercado e no dentista, depois passou um tempão com o homem que veio consertar a máquina de lavar e depois do depois ficou falando com sua irmã no telefone. Agora vai querer trabalhar antes de brincar comigo????
...
A ilustração é do genial Franco Matticchio.

4 de dez de 2012

Chapéu-pensador

Pra ter ideias brilhantes como as do Professor Pardal.
...
A ilustração é da Maria Eugenia.